Gorduras na Alimentação

A Importância de Incluir Gorduras na Alimentação

Geralmente as gorduras na alimentação, são vistas como as grandes vilãs de quem deseja ter um corpo bonito e uma boa saúde.

No entanto, assim como os demais grupos alimentares elas têm seu papel no funcionamento correto do organismo.

A grande questão para preservar a sua saúde é focar no consumo das gorduras boas.

Aquelas que trazem benefícios para o organismo em detrimento daquelas que podem prejudica-lo.

Gorduras na Alimentação

A Importância da Gordura na Dieta

Antes de falarmos a respeito das gorduras saudáveis é necessário esclarecer qual é o conceito de lipídios.

Podendo ser chamados simplesmente de gorduras, os lipídios, estão divididos basicamente em dois grupos: saturados e insaturados.

Destacam-se como alimentos ricos em lipídios as oleaginosas (como nozes, castanhas e amêndoas), os óleos vegetais, as gorduras do leite e carnes assim como manteiga e margarina.

Um indivíduo com uma dieta equilibrada deve consumir entre 25% e 30% de lipídios, no entanto, não deve priorizar qualquer tipo de gordura.

Nos últimos anos muito tem se falado sobre o consumo prioritário de gorduras boas (as gorduras insaturadas).

O ideal é que no máximo 10% da gordura consumida seja saturada, isto é, de origem animal.

Balancear o consumo de gorduras saturadas e insaturadas é fundamental para o bom funcionamento do corpo assim como para manter a saúde em dia.

Dica Sobre Gordura Animal

A gordura de origem animal também oferece benefícios para o organismo não devendo ser cortada radicalmente, a menos que seja por questões ideológicas (vegetarianos e veganos).

Recomendamos que você converse com seu nutricionista ou médico para saber como obter esses benefícios por meio de outras fontes.

O segredo é consumir a gordura saturada com moderação.

Qual a Importância da Gordura no Organismo?

Essa pergunta pode ser enunciada da seguinte forma também: ‘Por que comer gorduras na alimentação é importante para o organismo?’.

A resposta é a de que os lipídios têm papéis essenciais para o corpo humano em especial o fornecimento de energia.

A geração de energia é feita a partir da combinação de três macronutrientes sendo eles: gorduras, proteínas e carboidratos.

Numa grama de gordura se tem duas vezes mais energia que numa grama dos outros dois.

Veja também: Chocolate Emagrece e Faz Bem a Saúde

Quando a dieta tem restrição do consumo de gorduras o corpo acaba ficando sem o combustível necessário para queimar calorias.

O metabolismo (capacidade do organismo de queimar calorias) depende de ter uma quantidade adequada de gorduras no organismo.

Sob esse ponto de vista é possível concluir que dietas restritivas de gorduras impedem que o corpo queime as calorias como deveria.

Além de ser fonte de energia, as gorduras, ainda atuam protegendo os órgãos, fazendo a manutenção da temperatura corpórea.

E proporcionando uma sensação de saciedade prolongada.

Sem as gorduras o organismo não conseguiria absorver as vitaminas lipossolúveis como a A, K, E e D.

Ao consumir alimentos que oferecem lipídios e carboidratos em conjunto é possível ter um índice glicêmico mais baixo na refeição devido a digestão mais lenta.

Por que As Gorduras na Alimentação São Vistas Como Vilãs  da Dieta?

Ao descobrir que a gorduras na alimentação tem funções relevantes para o organismo você pode estar se perguntando porque elas foram vilanizadas por inúmeras dietas.

A questão se deve ao fato de que gorduras são altamente calóricas, para se ter uma ideia em 1 grama de gordura se tem 9 kcal enquanto que em 1 grama de carboidratos se tem apenas 4 kcal.

Veja também: Suco para Emagrecer Poderoso

O grande erro que dietas restritivas de gorduras na alimentação, cometem é o de desconsiderar que esse grupo alimentar tem seu papel para o bom funcionamento do organismo.

Quando nosso corpo não funciona como deveria temos mais tendência a acumular toxinas que nos impedem de emagrecer.

A recomendação é simples, mantenha o consumo de gorduras na alimentação com moderação e priorizando aquelas do grupo das saturadas, ou seja, as do bem.

 

Cuidado com as Gorduras Trans

 

É impossível falar sobre o consumo de gorduras na alimentação e não mencionar as chamadas gorduras trans que tanto tem sido debatidas.

Esse grupo é formado por gorduras obtidas através de um processo químico que converte os óleos vegetais líquidos em ácidos graxos trans.

Já está mais do que comprovado que esse tipo de gordura não faz nada bem para a saúde devendo ser evitada.

Geralmente essas gorduras na alimentação estão presentes em sorvetes, biscoitos, salgadinhos entre outros.

Leia com atenção as embalagens dos produtos industrializados para descobrir quais deles tem gorduras trans.

Gostou de descobrir que a gordura não é uma vilã?

5/5 - (2 votes)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *